As Melhores 3 Maneiras de Contratar Trabalhadores no Exterior como uma ONG

As Melhores 3 Maneiras de Contratar Trabalhadores no Exterior como uma ONG

As Melhores 3 Maneiras de Contratar Trabalhadores no Exterior como uma ONG

agosto 31, 2023

SHARE

Facebook
Linkedin
Twitter
Picture of INS Global

Author

Date

Picture of INS Global

Author

Date

Share On :

window.onload = function() { var current_URL = window.location.href; document.getElementById("fb-social-share").onclick = function() { window.open(`https://www.facebook.com/sharer/sharer.php?u+${current_URL}`); }; document.getElementById("tw-social-share").onclick = function() { window.open(`http://www.twitter.com/share?url=+${current_URL}`); }; document.getElementById("in-social-share").onclick = function() { window.open(`https://linkedin.com/shareArticle?url=+${current_URL}`); }; };

Key Takeaways

  1. Novas leis estão alterando o financiamento devido a problemas graves relacionados à forma como as ONGs oferecem serviços e contratam trabalhadores no exterior.
  2. Abrir uma pessoa jurídica legal em um país estrangeiro é uma das maneiras mais abrangentes de contratar os melhores talentos, mas está repleto de riscos potenciais.
  3. As ONGs podem se beneficiar dos serviços de EOR (Employer of Record) de várias maneiras, incluindo a garantia de conformidade, velocidade de expansão e redução da responsabilidade.
Summary

Hoje em dia, Organizações Não Governamentais (ONGs) desempenham um papel fundamental no enfrentamento de desafios globais, desde crises humanitárias até salvaguardas ambientais. Ao buscar causar um impacto positivo no mundo, as ONGs frequentemente precisam de pessoal qualificado capaz de lidar com operações internacionais sem problemas. No entanto, os processos necessários para contratar trabalhadores no exterior podem ser assustadores, com obstáculos logísticos, legais e culturais.

Isso é ainda mais verdadeiro para as ONGs em que o financiamento e a imagem da marca não permitem nem mesmo os erros mais sutis. Muitos incidentes nos últimos anos demonstraram a importância de um controle robusto de contratação e folha de pagamento ao encontrar e gerenciar funcionários no exterior.

Particularmente em áreas vulneráveis, como a Índia, os governos estão reprimindo as ONGs. Novas leis estão alterando o financiamento devido a problemas graves relacionados à forma como as ONGs oferecem serviços e contratam trabalhadores no exterior.

Este artigo analisa as medidas que você pode tomar para garantir sua proteção ao trabalhar em metas importantes. Também exploramos por que alguns métodos testados e comprovados usados para contratar trabalhadores no exterior precisam ser aprimorados ou repensados.

Quais são as Melhores Maneiras para uma ONG Contratar Trabalhadores no Exterior?

Abertura de uma Nova Empresa Internacional

Abrir uma pessoa jurídica em um país estrangeiro é uma das maneiras mais abrangentes de contratar trabalhadores no exterior. Isso envolve o registro de uma filial, subsidiária ou nova estrutura em seu país-alvo. Através dessa estrutura local, uma ONG pode então contratar trabalhadores no exterior diretamente. Este método tem vários pontos positivos à primeira vista e é a maneira mais conhecida de expansão.

Ter uma presença física no exterior pode aumentar a credibilidade e a reputação de uma ONG entre as partes interessadas locais, doadores e parceiros. Da mesma forma, a criação de uma entidade local dá à ONG controle total sobre suas operações e pessoal no local estrangeiro. Isso permite uma abordagem mais direta e prática para sua missão.

No entanto, a estratégia de expansão global pode ser intensiva em recursos e exigirá a navegação de processos legais e administrativos complexos. É mais adequada para ONGs com um compromisso de longo prazo e recursos significativos para expansão internacional. Como resultado, ONGs menores, com um compromisso maior de usar financiamento para sua missão, podem enfrentar dificuldades com obrigações de conformidade.

Uma ONG que se move para um novo país também pode fazer mais mal do que bem, até mesmo na forma como contrata trabalhadores no exterior. Isso é um problema em muitos países, de acordo com algumas organizações internacionais de monitoramento. Isso é especialmente possível se eles não entenderem corretamente as necessidades locais e as melhores práticas. Simplesmente abrir uma empresa em um novo país muitas vezes não é suficiente.

Prestadores de Serviços Independentes e ONGs

Outra opção é contratar autônomos ou consultores no exterior. Essa abordagem é flexível e escalável e pode ser particularmente útil para projetos de curto prazo ou tarefas que exigem habilidades específicas.

Prestadores de serviços podem ser economicamente eficazes para contratar trabalhadores no exterior, uma vez que as ONGs não precisam fornecer benefícios ou cobrir despesas relacionadas ao emprego. No entanto, é essencial saber o que sua organização deve fornecer para evitar erros de classificação.

As ONGs podem aproveitar a expertise e o conhecimento local ao contratar prestadores de serviços familiarizados com a cultura, idioma e regulamentos locais. No entanto, isso também se aplica a todos os funcionários locais sempre que você contrata trabalhadores no exterior em sua região-alvo.

Acima de tudo, os prestadores de serviços proporcionam flexibilidade para aumentar ou diminuir com base nas necessidades do projeto. Isso permite que as ONGs façam isso sem os compromissos de longo prazo associados aos funcionários em tempo integral. Isso ocorre porque um contrato de prestadores de serviços geralmente é muito mais fácil de encerrar.

Por outro lado, com prestadores de serviços, é muito mais difícil garantir uma representação legal precisa. As ONGs podem se colocar em perigo ao confiar no especialista local errado ou ao não estarem familiarizadas com os requisitos locais.

Benefícios dos Serviços de Employer of Record (EOR) para ONGs no Exterior

Os serviços de EOR são organizações terceirizadas que atuam como empregadores legais para trabalhadores estrangeiros no exterior ou em seu país de origem. As ONGs podem se beneficiar dos serviços de EOR de várias maneiras, incluindo a garantia de conformidade, velocidade de expansão e redução da responsabilidade nas funções essenciais de RH.

Os EORs lidam com folha de pagamento, conformidade fiscal e regulamentos de emprego, reduzindo o inconveniente legal e administrativo sobre a ONG e mitigando os riscos de conformidade. Eles também podem acelerar o processo de contratação de funcionários internacionais, fornecendo uma infraestrutura estabelecida para o emprego no país estrangeiro. Isso permite que as ONGs implantem pessoal ou voluntários rapidamente nas áreas-alvo.

Ao terceirizar tarefas de RH para os EORs, as ONGs podem se concentrar na missão principal, enquanto o EOR cuida do restante.

Os serviços de EOR podem ser particularmente úteis quando as ONGs precisam de uma abordagem mais rápida e simplificada para contratar trabalhadores no exterior, mas desejam garantir a conformidade legal.

O planejamento cuidadoso e a consulta com especialistas legais e de RH são essenciais para tomar a decisão certa para uma contratação internacional bem-sucedida.

Incidentes de erros de folha de pagamento ou RH destacam a importância de entender e cumprir as leis locais de salário e trabalho ao empregar funcionários locais em países estrangeiros. As ONGs devem garantir que suas práticas de folha de pagamento estejam alinhadas com os requisitos legais locais para evitar possíveis problemas legais e uma perda de imagem de marca.

Uma ONG Precisa Estabelecer uma Entidade no Exterior? Um Especialista em Expansão Global da INS Explica Por Que a Incorporação de uma Empresa Internacional Pode Não Ser a Melhor Opção para Você

As organizações não governamentais (ONGs) desempenham um papel fundamental no enfrentamento de questões globais, desde a pobreza até a conservação ambiental. De acordo com Wei Hsu, fundador da INS Global e consultor de expansão internacional, muitas ONGs enfrentam a dúvida de estabelecer ou não uma entidade para contratar trabalhadores no exterior à medida que seu trabalho se expande. Na verdade, essa é frequentemente uma preocupação principal que pode atrasar ou interromper projetos essenciais.

Embora o estabelecimento de uma entidade estrangeira possa proporcionar certas vantagens, pode não ser a escolha certa para todas as ONGs devido a fatores-chave.

Parcerias Locais

Primeiramente, uma das razões principais pelas quais as ONGs consideram uma nova empresa internacional é o acesso a fontes de financiamento locais e parcerias no exterior. As ONGs podem achar mais fácil obter bolsas, doações e colaborações com organizações internacionais ao ter uma presença legal em um país estrangeiro. No entanto, esse processo pode ser custoso, envolvendo taxas legais, conformidade com regulamentações locais e despesas administrativas que desviam recursos de seus fins previstos.

A decisão de estabelecer uma entidade no exterior depende da natureza do trabalho da ONG. Algumas ONGs operam principalmente localmente e podem nem sequer necessitar de uma presença física local para alcançar sua missão. Em tais casos, uma nova estrutura empresarial pode ser apenas um dreno de recursos e diluir seu impacto.

Conformidade Legal e Fiscal no Exterior

Outras considerações cruciais são o ambiente legal e regulatório nos países anfitriões. Diferentes países têm graus variados de burocracia, corrupção e estabilidade política, o que pode afetar as ONGs mais do que a maioria. As ONGs devem avaliar cuidadosamente se os benefícios da incorporação internacional superam os riscos associados à operação em uma jurisdição estrangeira.

A tributação é outro fator significativo. Alguns países oferecem benefícios fiscais para as ONGs. No entanto, eles também podem introduzir problemas adicionais em termos de tributação transfronteiriça, funcionários remotos ou residência fiscal. As ONGs devem buscar aconselhamento profissional para navegar eficazmente pelas implicações fiscais.

Além disso, a escolha de estabelecer entidades no exterior pode afetar a percepção pública das ONGs internacionais. Uma boa imagem pública potencialmente significa evitar escrutínio ou custos extras.

Embora a abertura de uma nova empresa no exterior possa oferecer vantagens às ONGs, não é uma solução única para todos os casos. É uma boa ideia basear essa decisão em sua missão, necessidades de financiamento, requisitos legais e desafios de operação em um país estrangeiro.

Todas essas questões são únicas para cada ONG. Portanto, a solução certa para a sua ONG deve surgir a partir de um entendimento de sua situação individual.

Como a INS Global Pode Ajudá-lo a Ter Sucesso no Exterior como uma ONG

Para grupos com missões cruciais, o procedimento de configuração no exterior é um elemento fundamental para o sucesso, e não apenas uma preferência. É por isso que ter um parceiro experiente que pode orientá-lo na expansão global pode fazer a diferença entre o sucesso e o fracasso.

A expansão global significa estar familiarizado com as leis locais ou processos que afetam as práticas de contratação de sua empresa e os benefícios dos funcionários. É por isso que a INS Global oferece a experiência e a expertise adquiridas ao longo de mais de 15 anos de ajuda a empresas que expandem e têm sucesso em mais de 100 países em todo o mundo.

Com o apoio de nossa equipe de consultores de emprego global, você pode contratar trabalhadores no exterior sem medo das regulamentações locais. Também o ajudaremos com padrões locais e melhores práticas para evitar a falta de alinhamento com a cultura de trabalho ou requisitos.

Você pode manter o foco em seus objetivos com nossa equipe de especialistas em terceirização de serviços de RH e recrutadores em sua região-alvo. Nossos especialistas em recrutamento podem ajudá-lo a contratar trabalhadores no exterior em tempo recorde e com total garantia de conformidade.

Enquanto você tem sucesso em sua missão, lidamos com todas as tarefas de RH necessárias para contratar funcionários e gerenciar sua empresa. Também podemos orientá-lo durante o processo de recrutamento, desde o início até o fim. Isso inclui suporte na elaboração de descrições de emprego, cuidando da triagem e pré-seleção em seu nome e orientando você nas entrevistas locais. Uma vez que você tenha o candidato perfeito, a INS Global pode até apoiá-lo durante os procedimentos de integração.

Converse com nossos consultores para uma consulta gratuita hoje e saiba como contratar trabalhadores no exterior de forma segura e em conformidade.

Perguntas Frequentes

Por que nossa ONG deve considerar a expansão internacional?

A expansão internacional pode ajudar sua ONG a atingir um público mais amplo, acessar mais fontes de financiamento e ter um impacto mais amplo em questões globais. Quando você contrata trabalhadores no exterior para realizar missões locais, você obtém insights valiosos sobre os problemas e soluções locais.

Como sabemos se a expansão internacional é adequada para nós?

Comece com uma avaliação estratégica abrangente que avalie sua missão, recursos, capacidade e possíveis parceiros nas regiões-alvo. Uma vez pronto para expandir, ter o suporte local adequado para contratar trabalhadores no exterior é fundamental para uma expansão sem problemas.

Quais são os principais desafios da expansão internacional para as ONGs?

Os desafios podem incluir diferenças culturais, complexidades legais, captação de recursos em mercados estrangeiros e adaptação de programas às necessidades locais. Navegar pelo pool de talentos local também pode ser frequentemente difícil, exigindo suporte especializado para encontrar os melhores candidatos quando você contrata trabalhadores no exterior.

Como podemos garantir que nossa expansão esteja alinhada com nossa missão e valores?

Defina claramente seus objetivos internacionais e estabeleça mecanismos de governança e supervisão sólidos para manter o alinhamento. O provedor de serviços certo se aprofundará em seu conhecimento e na sua missão antes de começar. Dessa forma, eles podem ajudá-lo a contratar trabalhadores no exterior que atendam às suas necessidades exclusivas.

Quais considerações legais devemos abordar ao contratar trabalhadores no exterior e expandir internacionalmente?

As questões legais incluem registro no exterior, conformidade com as leis locais, implicações fiscais e proteção de propriedade intelectual. Quando você contrata trabalhadores no exterior, também precisará ser capaz de gerenciar perfeitamente a folha de pagamento e os benefícios.

Quais medidas de gerenciamento de risco devemos implementar ao expandir no exterior?

Desenvolva um plano abrangente de avaliação de risco, incluindo riscos financeiros e de segurança, e tenha planos para problemas potenciais. A conformidade legal significa estar familiarizado com todas as regras e regulamentos locais.

Que tipo de suporte está disponível para ONGs que consideram a expansão internacional?

Busque orientação de ONGs internacionais experientes, aproveite redes locais e acesse recursos de organizações por meio de um provedor experiente de serviços de EOR.

Quanto tempo normalmente leva para contratar trabalhadores no exterior e estabelecer uma presença internacional sólida?

O cronograma varia, mas espere vários anos para construir uma base sólida e ver um impacto substancial. No entanto, com um provedor de serviços local, a expansão pode ser realizada em semanas ou até mesmo em dias, reduzindo seu cronograma.

CONTACT US TODAY

Contact Us Today